Saúde da Mulher: #1Carcinoma Ductal In Situ

0
Oi Pessoal!
Tudo bem? Vamos falar hoje de um assunto muito importante!
Vamos falar sobre o câncer de mama, um assunto que não devemos ignorar, poi a prevenção é ainda o melhor remédio.
O câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma. Políticas públicas nessa área vêm sendo desenvolvidas no Brasil desde meados dos anos 80 e foram impulsionadas pelo Programa Viva Mulher, em 1998. O controle do câncer de mama foi reafirmado como prioridade no plano de fortalecimento da rede de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer, lançado pela presidente da República, em 2011.(Fonte:INCA).



Existem diversos tipo de câncer de mama, alguns deles são raros, alguns são denominados In Situ ou Invasivos.
O carcinoma ductal in situ é uma forma muito inicial de neoplasia na qual as células com características malígnas não invadem a membrana basal subeptelial.
Deviso a essa característica, não invadem veias e vasos linfáticos, não dá origem à metástases e por isso e considerado um pré-carcinoma.
Com o rastreamento mamográfico, hoje o carcinoma ductal in situ corresponde de 10 a 30 por cento dos casos de câncer de mama nos ambulatórios.
Estima-se em 30% a chance de um o carcinoma ductal in situ não tratado evoluir para um lesão infiltrativa após 10 anos.

Tratamento
Mastectomia total, mastectomia preservadora de pele, adenectomia, ressecção segmentar e radioterapia complementar, são as formas de tratamento que podem ser empregadas no controle do carcinoma ductal in situ.
A mastectomia tem grande chances de cura, atingindo cerca de 98% , independente do subtipo ou do grau nuclear.
Ela pode ser acompanhada de reconstrução mamária imediata.
Como regra geral, para tumores de até no máximo 4 cm, e com margens cirúrgicas livres, tem-se preferido recomendar ressecção segmentar e radioterapia complementar, indicando-se mastectomia nos demais casos, especialmente se a paciente não se dispuser à vigilância clínico-imagenológica.
A cirurgia pode ser do tipo mastectomia preservadora de pele ou adenectomia, seguidas de reconstrução mamária imediata. Nestas circunstâncias não se faz a radioterapia.
Falaremos mais sobre os tipos de câncer de mama em saúde da mulher. Acompanhe


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado Por comentar!♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...