14.12.15

Hoje em dia tudo é racismo #Sóquenão

Olá pessoal, tudo certo com vocês?
Comigo tudo bem, hoje eu quero falar de um assunto meio polêmico, eu disse meio?
Muito polêmico mesmo né pessoal!
Preconceito racial. Não é a primeira vez que eu abordo o tema aqui, mas eu acabei de ler uma matéria em uma page de um jornal local aqui no face, dando a seguinte informação; Bell Marques muda letra de " cabelo de chapinha" após denúncia de racismo.
Segundo eu li na reportagem, o cantor assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) junto ao Ministério Público da Bahia e mudou a letra  da música Cabelo de Chapinha. O vocalista resolveu procurar o MP,  eles alteraram a letra após manifestações nas redes sociais assim que a música foi lançada.
Versão original: Ô mainha, mas eu só gosto do cabelo de chapinha, mainha.
Versão modificada: Ô mainha, mas eu também gosto do cabelo de chapinha.
 Ok, mas o que me chamou atenção não foi apenas o conteúdo da reportagem, mas o comentários.
Vejamos algumas pérolas.




O que podemos observar em geral, é que para as pessoas, racismo é apenas quando alguém te chama de macaca, negrinha, urubu, tição e por aí vai....
Será que algumas dessas mulheres brancas sabem o que é ser esnobada por causa do cabelo"duro", porque não se rendeu ao alisante? Ou porque é negra e a família nao aceita muito bem gente de cor?
Ou até mesmo quando você tem que responder umas  três vezes em uma abordagem policial que aquele veículo é seu, mesmo com o PM segurando os documentos do seu veículo?
Agora é tudo preconceito, agora tudo é bullyng, somos a geração do mimimi.
Acho que somos a geração do  "basta", do " chega de preconceito". 
Eu não sofro preconceito somente quando me dão nomes pejorativos devido a minha etnia, eu também sofro preconceito quando julgam a minha capacidade intelectual, capacidade profissional por causa da minha melanina, e não, não precisam falar, quem está calejado, sabe interpretar os sinais, afinal já somos praticamente íntimos.
Falta do que fazer, é ficar em casa se lamentando das oportunidades negadas, agora é a hora de emponderar, aceitar que somos todos iguais, então as oportunidades sim devem ser iguais.
Sem mais para o momento, aguardem as cenas dos próximos capítulos.

Compartilhe essa postagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado Por comentar! ♥

 
Feito com ♥ por Lojinha de Blogs